Causas da sentença

Pensei serem mil e uma, as causas de minhas sentenças, mas mil eram. Depois, achando serem mil vi que eram mil e uma. Entre essas duas quantidades de diferenças irrelevantes, optei por deduzir logo que nenhuma sentença havia. Sim! pois burlando a realidade eu tomava ainda que bem breve, imenso conforto espiritual... Sendo assim, no … Continue lendo Causas da sentença

Choro inocente

Uma criança chora em agudo desespero quando, enquanto brinca de forma alegre e deslembrada no parquinho da cidade, acha-se por inteiro perdido da incumbência amorosa dos olhos de seus pais. Intencional? Areia e vento, rostos estranhos e sem expressão, rangidos metálicos dos balanços, risos ingênuos, luzes ofuscadas de carros que passam ... Na inocente face … Continue lendo Choro inocente

Angústia; um jovem e um gato.

A história a seguir, narrada de forma resumida como todas as outras histórias em que se teve pressa, foi vista por mim em um futuro remoto. Um viajante do tempo de nome Nebuloso. O tempo não esperou, e não tive tempo de lembrar meu sobrenome mas recordo bem do ocorrido em questão. E sim, viajante … Continue lendo Angústia; um jovem e um gato.