Subterrâneo

Nada é mais real que o próprio nada... Samuel Beckett Eu queria falar com um profissional da área novamente. Mas estou falando sozinho, outra vez. Na verdade sozinho não, converso comigo mesmo e isso não pode ser “falar sozinho”. Já ouvi muito dizer que isso é um mecanismo ancestral biológico que busca evitar a consumação … Continue lendo Subterrâneo

Velhos e estradas

O velho Honório Gurgel sempre contava histórias para o seu netinho de nome Doso. Doso era magrinho e tinha um ligeiro aspecto de quem estava empoeirado. Menino que corria pelas matas frescas e mergulhava nos rios claros de São Luíz do Curu. Gurgel armava uma rede no quintal ou na área da frente, também chamado … Continue lendo Velhos e estradas

Procissão

Dois cavalheiros dispostos, luar reluzente na trêmula água... Campos distantes, cidades vazias e abandonadas... Casinhas sem ninguém que falam para ninguém a história do seu mudo silêncio. Os dois homens pararam sozinho no vazio noturno. Deveriam fugir feito idiotas? Gritar alguma coisa? A procissão se aproxima, a mórbida procissão se aproxima! Aqui, logo aqui, uma … Continue lendo Procissão